ENHANCING QUALITY IN ECEC THROUGH PARTICIPATION

De mãos dadas

 Objetivos gerais da atividade

  • Criar parcerias com a comunidade.
  • Fortalecer o envolvimento de crianças da escola do 1º ciclo do ensino básico em atividades do jardim de infância.
  • Desenvolver as competências sociais, organizacionais e de comunicação das crianças.
  • Envolver os pais em atividades.
  • Fortalecer a aceitação e o respeito pela diversidade.
  • Educar sobre questões de segurança na via pública.

 Descrição da atividade

No início do ano letivo, alguns pais do grupo propuseram a cooperação com crianças da escola do 1º ciclo do ensino básico.
Foram preparados convites com informação relativa à data, local e duração de uma caminhada (aberta aos pais, se disponíveis).
A primeira visita começou com uma surpresa – as crianças da escola ofereceram ”pulseiras de amizade” (feitas por si próprias) às crianças do jardim de infância.
Para o encontro seguinte, foi preparado um ”circuito de trânsito” que incluía sinais rodoviários e semáforos – de mãos dadas, as crianças organizadas em pares (uma da escola do 1º ciclo do ensino básico e outra do jardim de infância), percorreram o “circuito” enquanto aprendiam o significado dos sinais de trânsito, quando se pode ou não atravessar a rua, etc.

As crianças mais velhas assumem o papel de acompanhantes das mais novas – levando-as pela mão e dando-lhes instrução acerca de como usar o passeio, atravessar a estrada, etc. O processo
proporciona o desenvolvimento de verdadeiras amizades.
Foi criado um círculo para, em conjunto, aprenderem um novo jogo e entoarem canções sobre a amizade.
No final da atividade, foram preparadas fotografias do encontro e adicionados comentários. Essas fotografias foram depois mostradas às crianças e aos pais, que continuaram a conversa sobre a atividade ao voltarem para casa.

Os pais são sempre convidados e participam quando têm disponibilidade, podendo também contribuir com ideias para os encontros seguintes - sugestões sobre que atividades realizar, como e quando, são apontadas para utilizar em planos futuros.

É importante:

  • Organizar quem é responsável por que aspetos (encontro, convites, contacto com os pais, preparação de materiais, etc.) e escrever um plano.
  • Distribuir os convites (aos pais e educadores) uma semana antes da data do encontro.
  • Na véspera, relembrar os pais sobre a atividade e verificar se os materiais necessários estão prontos.
  • Preparar um espaço no recreio (com música, comida e bebida, materiais).
  • Fotografar e recolher os comentários das crianças e dos pais.
  • Avaliar o trabalho.

 Observações

(questões a ter em consideração ao implementar a atividade)

Para que a cooperação tenha sucesso, é necessário:
Boa comunicação e organização entre os educadores e os professores.
A existência de materiais já preparados.
Motivação das crianças para esta forma específica de cooperação.
Os educadores e os professores devem estar dispostos a participar e ter uma inclinação genuína para o companheirismo, compreensão e cooperação, tendo ao mesmo tempo entusiasmo por novos desafios e abordagens. Devem ser abertos à troca de experiências e competências e à promoção da amizade entre diferentes gerações.

 Papel do educador

  • Encorajar as crianças (pulseiras, ”circuito”, canção)
  • Zelar pela segurança e bem-estar das crianças - trabalhar em equipa
  • Preparar as crianças para a atividade
  • Preparar os materiais
  • Informar os pais

Papel da família

  • Encorajar as crianças para esta forma de socialização.
  • Assegurar que levam roupas e calçado desportivo adequado à atividade em questão.
  • No final da atividade, em conjunto com as crianças, ver as fotografias e, já em casa, discutir possibilidades para novas atividades.

 Valor acrescentado para a criança e família

  • O grande valor desta iniciativa está na explicação vívida que as crianças fazem às suas famílias, sobre a atividade que desenvolveram com as crianças mais velhas.
  • Os pais apreciam bastante poder ver fotografias dos seus filhos na atividade e fazer perguntas relacionadas com a experiência.
  • A atividade permite que a participação de pais, filhos e educadores se torne mais profunda.
  • A atividade seguinte pode ser planeada em conjunto com os pais.

Materiais a utilizar

  • Convites
  • Espaço devidamente preparado
  • Pulseiras da amizade, ou outro pequeno presente
  • Sinais de trânsito e semáforos
  • Jogos para as crianças
  • Canções

Questões para refletir sobre a melhoria geral do serviço

  • A prática dá resposta às necessidades que a geraram?
  • De que forma é que a prática melhorou o envolvimento parental?
  • Em que medida é que a prática melhorou o desenvolvimento profissional da equipa?
  • Como é que a prática afetou a relação de confiança com os pais?

Parceiros